sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

CONHECENDO JESUS


Jesus tomou sobre si as nossas dores, os nossos sofrimentos. Ele se colocou no meu e no teu lugar para nos trazer de volta ao Pai, pois no Jardim do Éden perdemos o relacionamento com Deus através da desobediência que foi infiltrada no homem pela serpente, símbolo de Lúcifer.
Jesus sofreu dor, rejeição e humilhação para que pudéssemos receber o perdão por todos os nossos pecados.
Deus nunca teve a menor intenção de poupar o seu Filho da dor e do sofrimento para nos resgatar.
O profeta Isaías disse: “Que o Messias seria desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de dores e experimentado no sofrimento”. Isaías 53:3.
A desvalorização de Jesus começou quando Ele iniciou o seu ministério público. Ousavam diminuí-lo quando diziam: Ele é um carpinteiro, é um trabalhador braçal. Como pode algo bom vir de Nazaré? Debochavam, faziam algazarras a respeito do Mestre por Ele ser filho da virgem e de Deus através do seu Santo Espírito.
Jesus é judeu, sua mãe é judia e como todos  sabem, através da história, cristãos e judeus nos primeiros séculos da Era Cristã eram perseguidos e martirizados. O Império Romano expedia cartas autorizando que se matassem Cristãos e Judeus.
Se o amado leitor se interessar, pesquise como morreram os primeiros apóstolos, os diáconos e evangelistas.
Jesus foi vítima de sofrimentos indescritíveis pela nação judaica a que pertence.
Jesus mais que ninguém sabe o que é ser rejeitado. Até os seus irmãos não acreditavam n’Ele. Foi traído e entregue aos algozes com um beijo. Pedro, seu apóstolo, o negou três vezes, Tomé não acreditou na sua ressurreição, foi desprezado pelos discípulos na hora que mais precisou da presença amiga.
As pessoas receberam curas, saciaram sua fome na multiplicação dos pães, tomaram um vinho novo nas bodas de Caná, presenciaram a cura da filha de Jairo, do filho da viúva de Naim, dos dez leprosos, do cego de Jericó, essas mesmas pessoas  assistiram Jesus morrendo e gritavam: Crucifiquem-no! Matem-no!  E quando já não conseguiam mais gritar porque a voz lhes havia falhado, gesticulavam o sinal da cruz feito hoje  até pelos seguidores do catolicismo.
Carregando aquela pesada cruz Ele se sentia desamparado e só. E perguntava ao Pai: “Meu Deus, Deus meu, por que me desamparaste”?
Ele foi açoitado, torturado, esmurrado, esbofeteado e finalmente crucificado e coroado com espinhos.
Enfiaram pregos em suas mãos e nos seus pés. Uma lança furou o Seu peito. Sentiu sede e esfregaram em sua boca uma esponja embebida de vinagre. 
“Pai, disse Jesus, perdoai,  eles não sabem o que fazem”.
Dá pra imaginar, Jesus, o meu e o seu Salvador, derramando a última gota do Seu sangue precioso por mim e por você? Dá para sentir o que Ele sentiu naquela hora de dor para tirar a minha vida e a sua das mãos do Diabo? Naquele momento, Ele estava dizendo ao inimigo que eu e você temos dono. Ele estava nos libertando das mãos daquele que veio para matar, roubar e destruir. Com o seu sangue apagou do caderno do inimigo o meu nome, o seu e da nossa descendência.
Naquela hora Ele deu prova da nossa libertação quando disse a Dimas, o ladrão: Hoje mesmo estarás comigo no paraíso.
Do Seu lado direito derramou sangue com água. E Ele bradou: Pai, em Tuas mãos, entrego o meu Espírito. TUDO ESTÁ CONSUMADO!
A obra de Jesus para conosco foi perfeita. Ele se entregou por completo no cumprimento da Missão que o Pai lhes confiou de Resgatar o Mundo. E o melhor é que não seguimos alguém que ficou no túmulo. O túmulo de Jesus está vazio. Na madrugada do domingo, Maria Madalena chegando ao sepulcro encontrou a pedra removida. Então foi correndo ao encontro de Simão Pedro e João dizendo: -“Tiraram o Senhor do túmulo e não sabemos onde o puseram.”
Os apóstolos correram, entraram no túmulo e viram os lençóis dobrados junto à faixa que havia sido colocado na cabeça de Jesus.
Só aí entenderam o que as Escrituras afirmavam que Ele, o Messias, ressuscitaria.
Maria Madalena chorava na entrada daquele local. Momentos depois olhando  para  a  pedra  onde  o Senhor  havia  sido colocado viu dois anjos de branco sentados sobre ela, os anjos perguntaram: - Mulher, por que você está chorando?
Ela respondeu: - Levaram o meu Senhor e não sei onde o puseram!
Depois, olhando para trás viu Jesus, mas não o reconheceu. E Jesus perguntou: - Mulher, porque choras? A quem procurais?
Ela pensava ser o jardineiro e respondeu:
- Se o Senhor o tirou daqui, diga onde o colocou para que eu possa ir buscá-lo.
E Jesus  disse: - Maria!
Ela o reconheceu e falou: “RABONI!” (que quer dizer “mestre” em hebraico).
Jesus disse:
- Não me toques., pois ainda não subi para o meu Pai. Vá  se encontrar como os meus irmãos e diga a eles que eu vou subir para o meu Pai, e Pai deles, para o meu Deus e Deus deles.
E Maria Madalena partiu e foi levar a Boa Nova da Ressurreição do Senhor.
Amado, como você está diante da ressurreição do Senhor? Como andam os seus ânimos em relação à sua vida espiritual? Sabe que depois de dois mil anos de Cristo Ele não desistiu de você? Lembre-se que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer!.
“Veio sobre mim à mão do Senhor; Ele me levou pelo Espírito e me deixou no meio de um vale que estava cheio, cheio de ossos secos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale, e estavam sequíssimos. Então me perguntou: Filho do homem, acaso poderão reviver esses ossos? Respondi: Senhor Deus, tu o sabes.” Ezequiel 37:1-3.
Como vai a sua vida com Cristo? Como está a relação com o Primeiro Amor? Os meios de comunicação estão aí para lhe destruir sem dó e piedade. Como está a sua fidelidade com o Senhor?
A televisão, o computador, as músicas, os ritmos, as piadas de duplo sentido, não  pedem licença para entrar nos nossos lares, nem nas nossas vidas fazendo grande estrago.
Hoje, precisamos vigiar até na hora de comprarmos os alimentos.
Outro dia percebi crianças mastigando um tipo de bala, massa doce, das mais variadas cores e com as formas humanas tipo assim: boca, braço, coração, mão, dentadura, cabeça etc. Verifiquei a caixa que envolvia esses doces e no rótulo estavam desenhados caixão de defunto, caveira, tridente, e outras coisas. Estamos vigiando? O que nossos filhos comem? Estamos tomando conta da responsabilidade   que o Senhor nos entregou? O inimigo tem seus planos e ele está amaciando os seus caminhos. Já percebeu em sua mesa a maionese Hellmanns que significa: churrasco de homens queimando no fogo ? (Lógico do inferno?) Já tomou o suco Ades? Leite Ades? Sorvetes Ades?. Os supermercados estão cheios desses produtos. O Lúcifer é o senhor do Ades. E o refrigerante Sprit que significa duendes, espíritos, demônios e por aí vai?.
Amado irmão somos lavados pelo sangue do cordeiro. Não é bom darmos base legal ao inimigo, pois para entrar no nosso território ele só quer uma brecha, a legalização.
Jesus está às portas. Ele bate. Ele não desistiu de mim e nem de ti. Ele levanta o exército dos ossos secos. Restaura as nossas vidas. Transforma maldição em benção é só olharmos para Ele. O inimigo se levanta pra cair. Mostremos a ele que somos Raça eleita, QUE TEMOS UM ADVOGADO, UM MESTRE, UM MEDIADOR FIEL, O LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ.
Amado muitas são as tormentas, mas, olhe para Jesus, com ele a vitória é nossa.
Conheça Jesus mais e mais. Precisamos ser instrumentos de louvor e adoração em suas mãos. Ele deu sua vida por nós, nos ama, e virá nos buscar para a Nova Jerusalém celestial. Quanto mais conhecermos a Deus mais fortes seremos. A Bíblia diz: “O meu povo perece por não adquirir conhecimento”. Ao nos aprofundarmos no conhecimento do Senhor o inimigo perde suas  forças e controles a nosso respeito. Convido-o a ler o Evangelho de Lucas.
Amém?

Pastora Graça Santos.


 FORTE ABRAÇO  AOS LEITORES DO BRASIL,ESTADOS UNIDOS,RÚSSIA,UCRÂNIA,ALEMANHA, MALÁSIA,HOLANDA,SÉRVIA,REINO UNIDO,LETÔNIA,FRANÇA, ITÁLIA,TAILÂNDIA, TUNÍSIA, POLÔNIA, CHINA,CORÉIA DO SUL,PORTUGAL,ANGOLA, JAPÃO,ÍNDIA, PORTO RICO,VENEZUELA E OUTROS.
PASTORA GRAÇA SANTOS BARROS
MEU E-MAIL: grasanbarros@gmail.com